Vamos rezar juntos, deixe seu pedido de oração.

HOMILIA DIÁRIA - PAPA FRANCISCO

sábado, 24 de junho de 2017

Natividade de São João Batista - 24 de junho - Solenidade

Ó Deus, que suscitastes São João Batista a fim de preparar para o Senhor um povo perfeito, concedei á vossa Igreja as alegrias espirituais e dirigi nossos passos no caminho da salvação e da paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém. 

A Liberdade - Papa Leão XIII

“A liberdade só se aplica àquilo que é verdadeiro e que é bom. Se a pessoa adere às opiniões falsas e a vontade escolhe o mal e a ele se apega, ela decai da sua dignidade e se corrompe”.

A liberdade de pensar e publicar os próprios pensamentos, subtraída a toda regra, não é por si um bem de que a sociedade tenha que se felicitar. É antes a fonte e a origem de muitos males. A liberdade - esse elemento de perfeição para o homem - deve aplicar-se ao que é verdadeiro e ao que é bom.

Oração da pureza - Madre Teresa

Mantenha seus olhos puros
para que Jesus possa olhar através deles.

Mantenha sua língua pura
para que Jesus possa falar por sua boca.

Mantenha suas mãos puras
para que Jesus possa trabalhar com suas mãos. 

Que eu entenda os teus sinais - Pe. Zezinho, scj

Que falas comigo, eu sei! Que me mandas sinais, eu sei. Eu só não sei ouvir a tua voz, nem ter certeza de que é ela a me falar. Tua voz ainda não soa aos meus ouvidos e eu não sou muito bom em distinguir vozes interiores nem saber se vem do Senhor ou da minha própria imaginação. A imaginação já enganou a muitos crentes que apostaram que era tua voz e não era.

Mas, que me dás sinais, eu sei que dás. Sou eu que, às vezes, não sei decifrá-los. Que te comunicas é certo. O problema sou eu, que nem sempre capto. Se posso pedir, - e sei que posso -, a graça que eu peço é que me ensines a ler os teus sinais e a ouvir as tuas vozes, as verdadeiras. Quero saber distinguir as vozes falsas que, na verdade são desejos meus, disfarçados em revelação.

Liturgia Diária Comentada 24/06/2017 sábado

11ª Semana do Tempo Comum - 3ª Semana do Saltério
Prefácio próprio - Ofício da Solenidade – Glória e Creio
Cor: Branco - Ano “A” Mateus


Antífona: João 1,6-7; Lucas 1,17 - Houve um homem enviado por Deus: o seu nome era João. Veio dar testemunho da luz e preparar para o Senhor um povo bem disposto a recebê-lo.

Oração do Dia: Ó Deus, que suscitastes são João Batista a fim de preparar para o Senhor um povo perfeito, concedei á vossa Igreja as alegrias espirituais e dirigi nossos passos no caminho da salvação e da paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Primeira Leitura: Livro do Profeta Isaías 49,1-6

Nações marinhas, ouvi-me, povos distantes, prestai atenção: o Senhor chamou-me antes de eu nascer, desde o ventre de minha mãe ele tinha na mente o meu nome; fez de minha palavra uma espada afiada, protegeu-me à sombra de sua mão e fez de mim uma flecha aguçada, escondida em sua aljava, e disse-me: “Tu és o meu servo, Israel, em quem serei glorificado". E eu disse: “Trabalhei em vão, gastei minhas forças sem fruto, inutilmente; entretanto o Senhor me fará justiça e o meu Deus me dará recompensa". E agora diz-me o Senhor - ele que me preparou desde o nascimento para ser seu servo - que eu recupere Jacó para ele e faça Israel unir-se a ele; aos olhos do Senhor esta é a minha glória. Disse ele: "Não basta seres meu servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os remanescentes de Israel: eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue até aos confins da terra". - Palavra do Senhor.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Oração do Dia: Coração de Jesus

Coração, arca santa, guardando não a lei que aos antigos foi dada,
mas o dom duma nova Aliança, no perdão e na graça firmada.

Coração, sois o novo Sacrário da Aliança do céu com a terra,
Templo novo, mais santo que o velho, véu que o Santo dos Santos encerra.

Vosso lado por nós foi aberto, revelando ao olhar dos mortais
as raízes do amor invisível, da ternura com que nos amais. 

Sagrado Coração de Jesus - São Boaventura

Considera, ó homem redimido, quem é Aquele que por ti está pregado na cruz, qual a sua dignidade e grandeza. A sua morte dá vida aos mortos; na sua morte, choram os céus e a terra e fendem-se até os rochedos mais duros.

Para que do lado de Cristo morto na cruz se formasse a Igreja e se cumprisse a palavra da Escritura que diz: Hão de olhar para Aquele que trespassaram, a divina providência permitiu que um dos soldados Lhe abrisse com a lança o lado sacrossanto e dele fizesse brotar sangue e água. Este é o preço da nossa salvação, saído daquela divina fonte, isto é, do íntimo do seu Coração, para dar aos sacramentos da Igreja o poder de conferir a vida da graça e se tornar para aqueles que vivem em Cristo uma fonte de água viva que jorra para a vida eterna. 

Sagrado Coração de Jesus - Solenidade

Liturgicamente, a observância da festa do Sagrado Coração de Jesus foi autorizada pela Igreja em 1765 pelo papa Clemente XIII e, a partir daí, difundida pelos papas Pio IX, Leão XIII, e Pio XI. Em 1856 Pio IX (1846-1878) estendeu a festa do Sagrado Coração de Jesus a toda a Igreja. Em 16 de Junho de 1875, consagrou o mundo católico ao Sagrado Coração de Jesus. Em 1928 Pio XI (1922-1939), definiu a festa do Sagrado Coração como a característica do seu tempo. Em resposta às visões da irmã Droste-Vishering, e seguindo o exemplo do seu antecessor, Leão XIII, no Ano Jubilar de 1900, consagrou de novo a raça humana ao Sagrado Coração de Jesus. Depois da reforma Litúrgica do Concílio Vaticano II a festa do Sagrado Coração de Jesus começou a ser celebrada como Solenidade na Sexta-Feira da segunda semana depois do Pentecostes. (deusunico.com) 

São Francisco e a menina perdida - Questão de fé

Por volta do ano 1926, com apenas 4 anos de idade lá nas matas do amazonas, perdeu-se Maria Aparecida. Seus pais aflitos procuraram todos os dias sem parar e não encontraram. Então a mãe cearense fez uma promessa a São Francisco, que iria imediatamente em romaria à cidade franciscana se sua filha chegasse salva em casa.

Um ano passou a mãe já quase sem esperança de encontrá-la de repente foi surpreendida com a chegada da filha em sua casa. A menina não escondeu nada da mãe contou que um velhinho de barbas dava-lhe comida e água todos os dias e lhe protegia de todos os perigos existentes naquela mata. 

Intimidade com Deus - Igreja Católica

Que a possamos ser mais íntimos de Deus e prosperar por toda vida, para estarmos em seus átrios de amor e da verdade.

Jesus nos quer junto d'Ele diante do Pai e para isso renunciemos todas as necessidades errôneas da matéria onde estamos fadados pelo pecado. Orienta-nos a sermos um com Ele em nossas atitudes de devoção, por que em nossas orações, somos induzidos à prática do convívio à santidade. Buscando o bem de nossos semelhantes, encontramos o nosso.

Esse gesto de intimidade com Deus nos fará conhecer a beleza e a pureza da sua majestade. Grande é o Senhor, quanto maior seja o nosso relacionamento com Ele, portanto criamos em nós uma força grandiosa no servi e no acolher. Teremos então um testemunho de uma vida separada naquilo que somos por sua vontade. Intimidade com Deus é algo a ser explorado, a ser desejado.

Em Hebreus, Capítulo 3,14-15 diz: Porque somos incorporados a Cristo, mas sob a condição de conservarmos firme até o fim nossa fé dos primeiros dias, enquanto se nos diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como aconteceu no tempo da revolta.

Assim tem sido nossas lutas contra as decisões de vontades humanas, e as venceremos estando unidos ao que vem da realidade de nossas existências. Difícil não é descobrir a vontade de Deus para nossas vidas, mas sim negar as nossas para fazer as d'Ele.

O que fizermos estará guardado no coração do Senhor e a Ele o julgamento de todos em consequência das nossas ações. Devemos observar o que diz hoje Jesus, para que no fim de nossa carreira, possamos apresentá-Lo obras justificadas pela fé, que Ele mesmo nos ensinou.

 Que possamos ouvir sempre a voz de Deus.
Francisco Cleuden

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica